Palmeirense é preso por suspeita de assassinato de corintiano }

Palmeirense é preso por suspeita de assassinato de corintiano

por   em Notícias

Daniel Veloso teria sido espancado até a morte, em emboscada de torcedores alviverdes, após o clássico do último sábado

Destaque Palmeirense é preso por suspeita de assassinato de corintiano Reprodução
Gostou: avalie
(0 votos)
Publicidade

Em operação realizada na manhã desta segunda-feira (19), a polícia prendeu um suspeito de participar do espancamento que matou um corintiano em Itapevi, no último sábado, dia do clássico vencido pelo Palmeiras, pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro. As investigações atualmente focam na possibilidade de ter acontecido uma emboscada.

Daniel Veloso torcia pelo Corinthians, era membro da Gaviões da Fiel e foi morto na madrugada de domingo sob suspeita de ter sido espancado por palmeirenses.

O torcedor alvinegro teria sido assassinado em uma praça, através de golpes com paus e barras de ferro, quando passava pelo local com a sua namorada. No entanto, a Delegacia de Polícia de Itapevi ainda não consegue garantir que o homicídio aconteceu devido a uma emboscada de torcedores rivais.

Frequentador assíduo de jogos do Corinthians e festas organizadas pelas torcidas, Daniel chegou, inclusive, a postar comentários sobre a derrota do Timão no clássico de sábado, diante do Palmeiras, em Itaquera, por 2 a 0.

A morte do corintiano aconteceu a cerca de 60 km da Arena Corinthians. Todos os clássicos paulistas acontecem, desde abril, com torcida única. A Secretaria de Segurança Pública de São Paulo e o Ministério Público tomaram a decisão após confrontos entre as organizadas alvinegras e alviverdes que aconteceram no dia de uma partida entre os rivais pelo Campeonato Paulista 2016.

Entre ou criar uma conta

fb iconAcesse com Facebook