Brasileirão: Botafogo bate o Vitória, com defesa de pênalti }

Brasileirão: Botafogo bate o Vitória, com defesa de pênalti

por   em Notícias

Sidão conseguiu pegar uma penalidade máxima e Rodrigo Pimpão fez o gol do triunfo por 1 a 0, no Barradão, pelo Campeonato Brasileiro

Destaque Brasileirão: Botafogo bate o Vitória, com defesa de pênalti Reprodução/TV Globo
Gostou: avalie
(0 votos)
Publicidade

Nada melhor para se reabilitar de uma derrota em casa do que uma vitória fora. Com gol de Rodrigo Pimpão e Sidão defendendo pênalti, o Botafogo venceu o Vitória por 1 a 0, neste domingo (18), no Barradão, pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Com o resultado, o Botafogo chegou aos 38 pontos e subiu duas posições na classificação da competição, alcançando o nono lugar. O Vitória, do outro lado, segue na 16ª posição com 29 pontos, mas pode acabar a rodada na zona de rebaixamento, caso o Inter vença o América-MG, na segunda.

O próximo adversário do Glorioso no Brasileirão é o América-MG, sábado, no Independência. Antes, o time enfrenta o Cruzeiro, quarta, pela Copa do Brasil, duelo em que precisa reverter uma desvantagem de três gols. O Vitória só entra em campo no próximo domingo, no Barradão, contra o São Paulo.

Confira o pós-jogo do confronto

O jogo

No início, o Botafogo mostrou suas cartas. Emerson, pela direita, cruzou e Canales cabeceou para fora. Aos 8, de novo Emerson. Ele fez boa jogada e mandou para a área, Fernando Miguel pegou.

Como era de se imaginar, o Vitória se lançou ao ataque, por necessitar do triunfo. Aos 15, Kieza invadiu a área e bateu, mas Victor Luis travou de carrinho. Aos 27, Marinho entrou pela esquerda, finalizou com desvio e Sidão fez grande defesa. O goleiro apareceu de novo aos 30 para tirar com o pé falta cobrada por Marinho.

O melhor de Sidão ainda estava por vir. Aos 40, o árbitro marcou pênalti de Victor Luis em Zé Love. O lance foi duvidoso e fora da área. Para sorte do Botafogo, o goleiro alvinegro voou e espalmou a cobrança de Diego Renan.

Aos 44, Rodrigo Pimpão roubou a cena. Após lançamento longo, ele dominou no peito, deu lençol no zagueiro e se esticou todo para finalizar na saída do goleiro. A bola morreu lentamente na rede.

No segundo tempo, o ritmo do jogo diminuiu, o que era conveniente para o Botafogo. O Vitória tentava, principalmente com Marinho, inspirado nos arrancadas.

Aos 15, veio um lance incrível. O árbitro ignorou falta clara de Zé Love em Emerson, Diego Renan chutou, Sidão espalmou, Kieza acertou a trave e Zé Love mandou por cima no rebote.

O Vitória seguia perigoso. Marinho bateu de fora para defesa de Sidão e cobrou falta rente à trave, aos 24.

Contra-ataques eram uma boa opção para o Botafogo, que tinha espaço, mas errava no último passe. Aos 38, Victor Luis rolou para Diogo na área, limpar o lance e tocar na direção de Camilo, porém a zaga cortou. Já aos 43, em belo lance, Gervasio Nuñez passou para Rodrigo Pimpão fazer o corta-luz e Diogo soltar uma bomba, para grande defesa de Fernando Miguel.

O Vitória ainda teve duas chances, com Marinho e Zé Love, ambas para fora.

Alterado: Domingo, 18 Setembro 2016 21:43

Entre ou criar uma conta

fb iconAcesse com Facebook