Barça demite diretor de relações institucionais por declaração sobre Messi - OChute }

Barça demite diretor de relações institucionais por declaração sobre Messi

por   em Notícias

Clube emite nota e diz que o agora ex-diretor expressou uma opinião pessoal que coincide com a do Barcelona

Destaque Barça demite diretor de relações institucionais por declaração sobre Messi Reprodução/Twitter
Gostou: avalie
(0 votos)
Publicidade

O Barcelona demitiu o seu diretor de relações institucionais, Pere Gratacós, após declarações sobre Messi após o duelo contra o Athletic Bilbao.

Na ocasião, Gratacós disse exaltou a exibição da equipe para a imprensa e afirmou que sem os demais jogadores do clube, Messi não seria o jogador que é. 

“Não foi só o Leo. Messi é dos mais importantes da equipe, mas passou a equipe toda. Sem Iniesta, Neymar, Piqué e companhia, o Leo não seria tão bom jogador. Mas é evidentemente o melhor”, afirmou Gatracós.

Após a declaração, o clube emitiu um comunicado oficial, poucas horas depois, destituindo Gratacós do seu cargo. 

“Pere Gratacós foi destituído como responsável pelas Relações Institucionais Esportivas do Barcelona com a Federação Espanhola por ter expressado publicamente uma opinião pessoal que não coincide com a da entidade”, pode ler-se no comunicado.

 

O Barcelona demitiu o seu diretor de relações institucionais, Pere Gratacós, após declarações sobre Messi após o duelo contra o Athletic Bilbao.

Na ocasião, Gratacós disse exaltou a exibição da equipe para a imprensa e afirmou que sem os demais jogadores do clube, Messi não seria o jogador que é.

“Não foi só o Leo. Messi é dos mais importantes da equipe, mas passou a equipe toda. Sem Iniesta, Neymar, Piqué e companhia, o Leo não seria tão bom jogador. Mas é evidentemente o melhor”, afirmou Gatracós.

Após a declaração, o clube emitiu um comunicado oficial, poucas horas depois, destituindo Gratacós do seu cargo.

“Pere Gratacós foi destituído como responsável pelas Relações Institucionais Esportivas do Barcelona com a Federação Espanhola por ter expressado publicamente uma opinião pessoal que não coincide com a da entidade”, pode ler-se no comunicado.

Entre ou criar uma conta

fb iconAcesse com Facebook