Grandes cariocas começam 2017 em situações opostas - OChute }

Grandes cariocas começam 2017 em situações opostas

por   em Notícias

Enquanto Botafogo e Flamengo focam nas contratações para a Libertadores, Fluminense e Vasco tentam recuperar a confiança das torcidas

Destaque Grandes cariocas começam 2017 em situações opostas Botafogo/Divulgação
Gostou: avalie
(0 votos)
Publicidade

O futebol carioca inicia 2017 com seus quatro grandes clubes em situações opostas. Enquanto Botafogo e Flamengo correm atrás de reforços para irem bem na Copa Libertadores, Fluminense e Vasco têm torcidas desconfiadas e tentam equacionar suas contas e apresentar bons jogadores para a temporada.

Até o momento, quem se destacou foi o Botafogo, que conseguiu fechar a contratação do meia argentino Montillo. Além dele, já foram anunciados Gatito Fernández, João Paulo e Roger para que uma equipe forte seja montada e consiga passar da fase preliminar do principal torneio continental.

O Flamengo, por sua vez, só anunciou o lateral-esquerdo da seleção peruana Trauco. No entanto, o volante Romulo e o meia Darío Conca já têm acordos com o clube da Gávea e só dependem da liberação de seus clubes para serem confirmados. A expectativa é a de que os dois estejam presentes na reapresentação do elenco, em 11 de janeiro.

O Rubro-Negro ainda quer a contratação do atacante Marinho, do Vitória. O Fla é tratado como prioridade no Brasil pelo jogador, mas conta com a concorrência do futebol chinês.

As situações de Fluminense e Vasco são diferentes. Em dezembro, o presidente Eurico Miranda anunciou um investimento de R$ 200 milhões no futebol no clube da Colina e animou a torcida. No entanto, o “presente de Natal” prometido acabou sendo o meia argentino Escudero, que frustrou os vascaínos.

Procurando rejuvenescer o elenco, o Cruz-Maltino anunciou a dispensa de jogadores como Jorge Henrique, Diguinho e Julio Cesar. O clube ainda quer contratar um zagueiro, um volante, um meia e um atacante. A diretoria sonhava com a volta de Diego Souza ao clube, mas o meio-campista renovou com o Sport e inviabilizou o negócio.

O Fluminense ainda está focado na resolução de seus problemas financeiros. Os jogadores estão com dois meses de atraso nos direitos de imagem. Até o momento apenas os equatorianos Sornoza e Orejuela foram contratados.

O meia Cícero foi negociado com o São Paulo para que haja uma economia na folha salarial, no entanto, o clube das Laranjeiras vai continuar pagando 30% dos vencimentos do jogador pelos próximos dois anos.

Entre ou criar uma conta

fb iconAcesse com Facebook