A inteligência de Tite }

A inteligência de Tite

por   em Editorial

Com 100% de aproveitamento, Tite mostra aos poucos que o futebol não é só "jogado" dentro de campo

Destaque A inteligência de Tite Lucas Figueiredo/CBF
Gostou: avalie
(0 votos)
Publicidade

A vitória sobre a Argentina no Mineirão rendeu a classificação para a Seleção Brasileira para a Copa do Mundo de 2018 na Rússia. Mesmo sem ter conseguido a vaga matematicamente para o Mundial, o Brasil, que é líder das Eliminatórias e está com 100% de aproveitamento desde a chegada de Tite (são cinco jogos e cinco vitórias com apenas um gol sofrido), mostra o melhor futebol entre todas as 10 seleções sul americanas e a classificação efetiva é apenas uma questão de tempo.

O desempenho da equipe canarinho chama muita à atenção. Com três meses de trabalho e pouquíssimos treinamentos, Tite conseguiu mudar a seleção de maneira magistral, mesmo convocando praticamente os mesmos jogadores da Era Dunga.

O time pragmático e sem vontade foi transformado em uma máquina por Tite. Mas todos já sabiam que ele é um treinador mais qualificado que Dunga para comandar o Brasil. O grande trunfo do ex-técnico do Corinthians não foi trazer novas formas de jogar. Tite não revolucionou o jogo da seleção brasileira. Como ele mesmo já disse várias vezes nas entrevistas coletivas utiliza praticamente o mesmo esquema de Dunga e sempre faz questão de dar os créditos para o seu antecessor. E neste momento que Tite faz a diferença: a sua postura.

As cinco vitórias nos cinco primeiros jogos surpreenderam a todos, até ao treinador que não esperava um inicio de trabalho tão bom. Os 15 gols marcados e apenas um sofrido (gol de Marquinhos contra), são números que deixam os torcedores brasileiros animados, mesmo que ainda seja muito cedo para se comemorar.

A explicação para o sucesso tão rápido não está somente do trabalho feito nos treinamentos, mas principalmente pela postura de Tite perante aos jogadores, jornalistas e a imprensa. O ex-técnico do Corinthians é inteligente e sabe como se portar perante todos, passando a sua mensagem de maneira clara e objetiva.

Poucas pessoas têm acesso aos treinamentos e a coletiva de imprensa na integra. Neles, Tite faz questão de conversar com seus jogadores na frente das câmeras, mostrando que tudo é feito de maneira limpa, honesta para todos verem, sem esconder nada. As disputas por posição são transparentes assim como as entrevistas coletivas do treinador. Se a imprensa estava acostumada com a irritação, ironia e a má vontade de Dunga nas coletivas, Tite é o oposto. Sem fugir dos questionamentos, o treinador é paciente, coerente com sua forma de pensar, transparente na forma de responder e acima de tudo sincero e educado.

A imagem que Tite e sua comissão técnica conseguem passar para os jogadores é perfeita. Em poucos jogos conseguiram conquistar não só o respeito dos atletas como recuperou a confiança dos mesmos que visivelmente jogam mais soltos, confiando 100% no trabalho tático que o treinador desenvolve.Com os jogadores abertos e dispostos a receber as ideias de Tite e sua comissão, o Brasil aos poucos ganha uma confiança importante, retornando ao seu bom futebol de origem.

Apesar de tudo, ainda é muito cedo para se cantar vitória. Tanto Tite quanto a seleção brasileira ainda precisam passar por situações adversas tanto no campo de jogo como fora para se testarem.
No entanto, do inicio da Era Tite na Seleção não poderia ser melhor.

Enquanto isso,os torcedores brasileiros voltam a sonhar!

Entre ou criar uma conta

fb iconAcesse com Facebook