Brasil x Argentina pode ser divisor de águas para Tite }

Brasil x Argentina pode ser divisor de águas para Tite

por   em Editorial

Cada vez mais ídolo, o treinador terá a oportunidade de ratificar a mudança de postura da Seleção nesta quinta-feira (10), no Mineirão

Destaque Brasil x Argentina pode ser divisor de águas para Tite Lucas Figueiredo/CBF
Gostou: avalie
(0 votos)
Publicidade

O início do trabalho de Tite no comando da Seleção Brasileira vem sendo impecável. Com quatro vitórias em quatro partidas (Equador, Colômbia, Bolívia e Venezuela), o treinador conseguiu dar um padrão de jogo ao time, um salto na classificação das Eliminatórias e mudar o status da equipe de desacreditada para candidata a bicho papão do torneio classificatório para a Copa do Mundo de 2018.

Porém, nesta quinta-feira (10), a partir das 21h45, no Mineirão, o time canarinho terá que mostrar mais que padrão de jogo. Vencer da Argentina não é tarefa fácil, apesar do momento ruim pelo qual os hermanos passam fora da zona de classificação para o Mundial, em sexto lugar, o time de Edgardo Bauza conta com Lionel Messi e uma gana absurda de vencer o Brasil.

Apesar de o Mineirão ainda causar arrepios mais de dois anos após o fatídico 7 a 1 imposto pela Alemanha, o retrospecto da Seleção no estádio em partidas contra a Argentina é muito favorável. Três vitórias do Brasil e um empate.

No confronto geral, de acordo com os dados da CBF, a equipe canarinho também leva vantagem, com 40 vitórias, 25 empates e 36 derrotas. Em partidas por eliminatórias de Copa do Mundo: três vitórias, dois empates e duas derrotas, com 12 gols a favor e 9 contra.

No primeiro turno das Eliminatórias, no entanto, ainda sob o comando de Dunga, o Brasil escapou de uma derrota para a Argentina mesmo jogando mal, com um gol de Lucas Lima, no segundo tempo, que decretou o placar de 1 a 1.

As quatro primeiras vitórias de Tite à frente da Seleção foram importantes para levá-la do sexto para a liderança do torneio classificatório para o Mundial de 2018. No entanto, o jogo contra os maiores adversários, em um dos clássicos mais importantes do futebol, pode ser um divisor de águas para o treinador brasileiro.

Contratado pela CBF sob apelo nacional, Tite vem passando por um processo de idolatria, deixando de ser um ícone somente para a torcida corintiana. Responsável pelo resgate da boa fase do time verde-amarelo, ele está no caminho para entrar no hall dos maiores técnicos da história recente do futebol brasileiro, mesmo que ainda seja cedo para falar sobre isso.

Contra uma Argentina, que jogará fechadinha e vivendo de contra-ataques, a Seleção Brasileira precisa dominar as ações no Mineirão, pressionando o adversário, promovendo variações de jogo e criando oportunidades de furar a defesa hermana.

Caso o resultado positivo se confirme, o status de Tite deverá alcançar um patamar diferenciado. No entanto, se uma derrota acontecer, é provável que a fase de lua de mel com o treinador chegue ao fim e as primeiras críticas apareçam. Veremos.

Entre ou criar uma conta

fb iconAcesse com Facebook