Euro 2016: Ameaças terroristas e favoritos ao título }

Euro 2016: Ameaças terroristas e favoritos ao título

por   em Editorial

França monta forte esquema de segurança para o torneio, mas o medo ainda é grande; Dentro de campo a anisedade também é grande para saber quem será o novo campeão

Destaque Euro 2016: Ameaças terroristas e favoritos ao título Divulgação
Gostou: avalie
(0 votos)
Publicidade

A Eurocopa começou na última sexta-feira com a vitória da França sobre a Roménia por 2 a 1. Pela primeira vez com 24 seleções disputando o título, a competição será realizada durante um mês. Além da ansiedade para saber quem levantará o caneco no dia 10 de julho, existe muita tensão fora do campo.

Após os atentados no último ano no país, o policiamento na Euro será reforçado. Foram mobilizados cerca de 90 mil policiais e mais 10 mil agentes de empresas de segurança particular. Além disso, 10 mil soldados das Forças Armadas já atuam nas cidades desde o último atentado em novembro.

Dentro do estádio a segurança será máxima. Duas barreiras farão o controle para quem quiser ter acesso ao estádio. A primeira será nas saídas dos metrôs mais próximos dass arenas e outro nos portões das mesmas. Mesmo assim, os perigos são grandes. Vários jogadores já informaram que seus familiares não irão para o país pelo medo de algum atentado.

Se dentro do estádio a segurança será máxima, fora deles a preocupação é grande. Os perímetros próximos as fan zones são os que mais deixam o governo apreensivo, já que, por exemplo, em Paris, a fan zone localizada aos pés da Torre Eiffel tem capacidade para abrigar até 92 mil pessoas. Mesmo com um gasto de 2 milhões de euros apenas em câmeras de segurança e várias simulações de atentado realizadas nas últimas semanas, o perigo de um atentado não é descartado.

Seleções

Dentro das quatro linhas a ansiedade é para saber quem será o campeão da Euro 2016. Com recorde de participantes, a competição promete ser equilibrada. Porém, algumas seleções largam na frente da disputa.

A anfitriã tem um time jovem e um dos melhores ataques desta Euro. Griezmann, Coman, Giroud estão em alta, assim como os atletas de meio campo como Payet, Matuidi e Pogba. Com um time forte e bem montado por Dechamps, a França ainda tem a força do seu torcedor a favor.

Campeão do mundo, a Alemanha dispensa comentários. Pode não ter nenhum grande destaque individual como outras seleções, mas é uma equipe que joga há muito tempo junta e está acostumada a grandes torneios. Com a sua disciplina tática tradicional, jogo coletivo e muita intensidade, os alemães são sempre favoritos.

Atual bicampeã do torneio, a Espanha decepcionou na Copa do Mundo. Porém continua com um time forte, com atletas que disputam os torneios mais disputados do mundo, em times de ponta. Forte na troca de passes, a seleção espanhola não deve nada as demais.

Outra seleção forte e que já não é mais surpresa para as demais equipes é a Bélgica. Com uma equipe jovem, mas experiente, a seleção belga já demonstrou força na Copa do Mundo e vai ameaçar novamente as seleções tradicionais. Hazard, Kevin de Bruyne e Lukaku, os belgas são os novos queridinhos da Europa.

Inglaterra, Portugal e Itália não entram como francos favoritos, apensar da tradição. No entanto, vem logo atrás das demais.

Ainda com elenco em formação, a seleção inglesa tem um grande potencial de crescer durante o torneio. No entanto, a falta de experiência do elenco pode pesar no momento de decisão.

Já Portugal tem Cristiano Ronaldo que sempre pode surpreender. Mesmo sem ter uma equipe a altura, os portugueses conseguem manter um bom padrão de jogo e podem ser a pedra no sapato de algumas seleções.

Das três, a Azurra é a seleção que tem a equipe mais desequilibrada. Como de costume, sua defesa é forte, mas Conte tem grandes problemas no meio de campo e no ataque. No entanto, nunca se pode descartar a força da seleção italiana, que provou na Copa de 2006 que pode sim surpreender com um time considerado mais fraco que os demais.

Alterado: Sábado, 11 Junho 2016 13:07

Entre ou criar uma conta

fb iconAcesse com Facebook